Reclamações de descontos não autorizados no contracheque

Rio – Aposentados e pensionistas do INSS fizeram contato com a coluna e informaram que foram surpreendidos ao detectar descontos no contracheque. Eles desconhecem a origem do débito. Um dos segurados do instituto, que pediu para não se identificar, relatou que havia recebido R$ 30 a menos em sua aposentadoria no mês passado. Desconfiado, resolveu verificar o que havia ocorrido.

O aposentado explicou que conseguiu suspender a cobrança, mas só depois de muito insistir com o atendente da central. Ele ligou várias vezes para o telefone de contato que estava disponível no site da entidade. Até que, finalmente, depois de horas de explicações, convenceu o funcionário a cancelar o desconto, além de garantir o ressarcimento.

A coluna fez um levantamento no site ‘Reclame Aqui’, e constatou que desde março do ano passado foram feitas 26 queixas em relação à cobrança da central. Somente em 2017, a entidade já contabiliza 10 reclamações de vários estados e cidades do país. Todas com alegações de que os segurados não têm conhecimento sobre os desconto. Há relatos de segurados do Rio, São João de Meriti, Olinda (PE), Barra dos Coqueiros (SE), Jaguaribe (CE), Abreu e Lima (PE), Recife (PE), entre outras localidades.

Questionada pela coluna, a assessoria de comunicação da Centrape informou que a única maneira de se filiar é “mediante autorização assinada apresentando documento pessoal” e que “não é possível haver desconto sem a devida autorização do filiado”.

Informou ainda que para o aposentado poder cancelar a filiação deve ligar para Central de Atendimento 0800 770 9696, ou enviar e-mail para atendimento@centrape.org ou por meio de carta.

A assessoria esclareceu ainda que a central sindical não oferece empréstimo consignado aos associados. “A Centrape presta orientação jurídica permanente e oferece outros benefícios como: seguro de acidentes pessoais, reembolso de despesas médicas e hospitalares decorrentes de fraturas e queimaduras de até mil reais e assistência residencial 24 horas”.

INSS

SEM RESPOSTA

Procurado, o INSS do Rio não respondeu até o fechamento desta edição, na sexta-feira, os questionamentos da coluna em relação ao procedimento de descontos nas aposentadorias e pensões. O instituto também não deu nenhum retorno se há alguma reclamação referente à Centrape em relação a descontos que os segurados não teriam dado autorização.

ALERTA

ASSOCIAÇÃO IMPEDIDA

Os aposentados devem ficar alertas para evitar problemas. A Associação dos Beneficiários da Previdência Social do Rio (Abeprev-Rio) continua impedida de cobrar débitos de segurados do INSS. O TJ-RJ manteve liminar obtida pela Defensoria Pública do Estado do Rio, suspendendo cobranças feitas, conforme a coluna noticiou com exclusividade em 2016.

Fonte: https://odia.ig.com.br/_conteudo/economia/2017-03-12/coluna-do-aposentado-reclamacoes-de-descontos-nao-autorizados-no-contracheque.html